Instituto Pensar - Panorama das STARTUPS brasileiras que est√£o transformando o varejo ‚Äď Loja 4.0 (2¬™ edi√ß√£o/2018)

Panorama das STARTUPS brasileiras que est√£o transformando o varejo ‚Äď Loja 4.0 (2¬™ edi√ß√£o/2018)

Estudos Panorama das startups brasileiras que est√£o transformando o varejo ¬Ė Loja 4.0 (2¬™ edi√ß√£o/2018)

Sobre o Estudo
Este estudo indica que o setor varejista no Brasil sofrer√° profundas transforma√ß√Ķes na forma como comercializa seus produtos. A pesquisa revela que a loja f√≠sica continua sendo uma refer√™ncia importante para o varejo contempor√Ęneo. No entanto, as lojas come√ßar√£o a interagir com tecnologias digitaismais acess√≠veis e amig√°veis para o consumidor, como smartphones, tablets, rel√≥gios conectados e √≥culos de realidade virtual.

Introdução
A express√£o Loja 4.0 indica a integra√ß√£o entre pontos de venda offline e online. A aplica√ß√£o conjunta das startups de varejo que envolvem internet das coisas, realidade virtual e realidade aumentada, rob√≥tica, intelig√™ncia artificial, aplicativos, engajamento do consumidor e opera√ß√Ķes no espa√ßo f√≠sico representa o conceito de "Loja 4.0". No fundo, o que se quer √© que o cliente fique satisfeito com a compra que realizou, aprimorando assim sua experi√™ncia na aquisi√ß√£o de bens e servi√ßos. Devido ao desenvolvimento recente da inova√ß√£o digital, a experi√™ncia do cliente mudou. Hoje, os mercados competitivos desafiam as empresas a enfrentar novas formas de fazer neg√≥cios.

Este estudo tem como objetivo identificar como essas mudanças podem ser vistas no varejo brasileiro. O estudo aponta que as startups brasileiras estão extremamente concentradas na inovação. Por meio de uma mandala, foi possível descobrir essas mudanças com 9 eixos e 28 categorias usadas para classificar o tipo de inovação na loja 4.0 e o negócio em que cada uma das 193 startups pesquisadas atua para melhorar a experiência de compra.

A inova√ß√£o tem sido a forma como a ind√ļstria est√° melhorando e oferecendo novos produtos e experi√™ncias ao consumidor. N√£o s√≥ na manufatura assistimos a inova√ß√£o. Os varejistas devem seguir essas mudan√ßas que se deslocam do multicanal para o canal omni.
As lojas f√≠sicas j√° n√£o s√£o o espa√ßo para melhorar as vendas e, com novas aplica√ß√Ķes, n√£o ser√£o apenas um show room. Essas mudan√ßas enfrentam algumas dificuldades, como promover uma maior experi√™ncia para os compradores? Como os mil√™nios e os baby boomers lidam com essas mudan√ßas? De que forma essas estrat√©gias podem ser bem-sucedidas?

Mandala das Startups
O estudo apresenta a exist√™ncia de 193 startups brasileiras que j√° est√£o criando software e hardware para os varejistas no pa√≠s. S√£o solu√ß√Ķes que envolvem a internet das coisas, realidade virtual e realidade aumentada, rob√≥tica, intelig√™ncia artificial, aplica√ß√Ķes, engajamento e opera√ß√Ķes do consumidor. A pesquisa acessou o banco de dados da Startse juntamente com o hist√≥rico das startups da primeira edi√ß√£o, da ABS ¬Ė Associa√ß√£o Brasileira de Startups, com Ranking 100 Open Startups e do Laborat√≥rio de Varejo da Universidade Positivo.

Para efetuar o download do estudo basta acessar o link: OasisLab
Innovation Space



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: