Instituto Pensar - Escolas técnicas para a Economia Criativa

Escolas técnicas para a Economia Criativa

Escolas técnicas para a Economia Criativa são inauguradas em Santos e São Vicente unidades são as primeiras no estado a oferecer atividades voltadas ao empreendedorismo. As duas primeiras unidades da Escola de Técnicas de Economia Criativa (Etecri) do estado foram inauguradas em Santos e São Vicente, no litoral de São Paulo, nesta quarta-feira (27). Cada unidade oferece 1.200 vagas por ano para interessados a partir dos 16 anos, desempregados e que busquem profissionalização.

As escolas oferecem cursos de práticas em mídias sociais, técnicas de web design, vitrinismo, técnicas de design de moda, grafite e food styling – gastronomia e recreação. Todas as atividades visam estimular a pessoa a ser empreendedora, para criar pequenas empresas e desenvolver produtos.

As capacitações têm duração de três meses e carga horária de 100 a 160 horas/aula. A coordenação fica sob responsabilidade do Centro Paula Souza, e a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) ficará responsável pela gestão administrativa de cada estudante.

“É preciso dar essa oportunidade em um espaço adequado e moderno, em uma das áreas que mais crescem no mundo”, disse o vice-governador Márcio França, que participou da inauguração das duas unidades. Ao fim de cada curso, o estudante poderá ser financiado pelo estado para abrir uma empresa.

Em São Vicente, a unidade localiza-se na antiga sede do Tripulantes do Futuro, no bairro Vila Margarida. Em Santos, a escola localiza-se na Zona Noroeste da cidade. Os municípios de Campinas, São Bernardo do Campo e Presidente Prudente também receberão Etecris nos próximos meses.



Fonte: g1.globo.com



0 Comentário:


Nome: Em:
Mensagem: